Pesquisar no Portal


Newsletter

Inscreva-se!


 

 

  
Confirmar

Nós valorizamos a sua privacidade. Nós nunca iremos alugar, vender, ou usar o endereço de email para outra coisa senão os serviços que você pedir especificamente.



Quais as tendências das cozinhas ?


Está a pensar remodelar a sua cozinha? Pretende escolher uma cozinha moderna para o seu apartamento ou moradia de eleição? Para o ajudar a pensar este espaço, onde as pessoas passam grande parte do tempo, destacámos algumas das principais tendências de cozinhas por medida, para que tudo fique como sonhou. 

Uma cozinha por medida é um projeto ambicioso e pensado desde os primeiros traços que irão delimitar a zona dos móveis, eletrodomésticos e outros acessórios necessários a cada área. 

Com a ajuda da Homify, damos-lhe 10 dicas para o seu projeto por medida. 

Cozinhas modernas por Designer de Interiores e Paisagista Iara Kílaris


1.Tapetes por medida

 A primeira inspiração para a qual chamámos a atenção é para o tapete de cozinha. Imagine como pode funcionar bem um padrão ou cor forte no chão, para contrastar com madeiras ou branco lacado?


2. Fogão

O fogão tem que estar sempre virado para a parede? Nem sempre, segundo as dicas da Homify. Criar um espaço destinado a este elemento numa zona central da cozinha, ou onde possa ir convivendo ou circulando ao redor do fogão, pode ser uma alternativa à colocação tradicional. 


3. Mesa para refeições

Cada vez mais se adota por refeições na própria cozinha. Se está a pensar neste caso, não se esqueça de planear esta opção desde o início, para garantir o espaço que pretende dar a esta área das refeições. Acima de tudo torna a zona escolhida num local agradável e no qual quererá passar algum tempo, a usufruir de um almoço ou jantar calmo em família. 

4. Ilha na cozinha

Se tem um espaço amplo para o seu projeto de cozinha, que tal pensar numa ilha onde poderá agregar alguns eletrodomésticos ou o lava-loiças? 

5. Balcão na cozinha

Em alternativa à mesa de refeições pode ponderar por colocar um balcão e uns bancos mais elevados, que tornam o espaço cozy e fácil de utilizar, a qualquer momento do dia. 

6. Elementos distintivos

Adorámos, também, a sugestão da Homify para criação de alguns detalhes a que ninguém  fique indiferente. Por exemplo, um tom forte ou padrão marcante numa das paredes pode tornar uma organização clássica e transformar a decoração para um ambiente moderno. 


7. Madeira na cozinha

Não sendo a opção mais comum nas cozinhas atualmente, a verdade é que, por exemplo, a opção de madeira rústica torna apelativo e cozy um espaço . Imagine-se a dedicar longas horas de culinária a espaços com estas características!

8. Paredes em azulejo

Para além da facilidade de limpeza, a escolha de azulejo para uma área da cozinha é uma opção interessante, tanto ao nível estético como de facilidade no dia-a-dia. 

9. Cozinhas em espaços pequenos

Os projetos por medida possuem uma vantagem inegável no caso destes espaços pequenos. Por todos os elementos terem o seu espaço bem delineado, locais mais reduzidos, apesar de desafio, podem ter, no entanto, todos os essenciais. Para estas áreas não se esqueça que existem marcas com eletrodomésticos que se adaptam, na perfeição, a locais mais pequenos. 


10. Janelas a todo o cumprimento

Luz direta é um dos maiores luxos e uma grande tendência nas cozinhas. Optar por colocar amplas janelas na sua cozinha é, certamente, os dos pontos que não se arrependerá de futuro. 


Fonte: https://www.homify.pt/livros_de_ideias/94275/cozinhas-por-medida-10-desenhos-actuais

 

 

Cozinhas modernas, descubra o seu estilo

 
Quer esteja a planear decorar a sua primeira cozinha, quer queira redecorar a sua atual, analise bem o espaço de que dispõe e o papel que esta desempenha no seu quotidiano, para escolher a disposição ideal para a sua casa, para o seu estilo de vida e para um cozinha que convida muito para além dos aromas divinais que dela emanam.
  1. Cozinha linear: necessita de, pelo menos, uma parede com 3 m; é a mais adequada para casas pequenase médias ou para aquelas onde esta divisão é muito estreita; permite a organização de uma área de trabalho reta; pode ainda incorporar uma ilha, sendo que devem existir pelo menos 120 cm entre a bancada/armários e a ilha para permitir uma circulação fluida e para que portas e gavetas possam ser abertas sem incómodos.
  1. Cozinha paralela: tal como o próprio nome indica, este layout permite duas filas de armários/bancadas, o que significa que ganha em espaço para arrumação e para trabalhar; posicionada uma em frente à outra, deve existir um espaço mínimo de 120 cm entre ambas as filas para facilitar o trabalho, o que também significa que não precisa de uma cozinha enorme para aproveitar esta disposição; por outro lado, esta opção normalmente não permite a existência de um espaço de refeição, a não ser que seja numa extremidade da cozinha. A título de curiosidade, fique a saber que a cozinha paralela é a preferida da maioria dos grandes chefs internacionais.
  1. Cozinha em forma de U: uma das disposições mais agradáveis para uma cozinha adapta-se principalmente a espaços grandes, tornando-os mais aconchegantes; para além disso, permite a colocação de muitos armários, gavetas e múltiplas superfícies de trabalho; tenha em atenção as distâncias entre as diferentes filas de armários, deixando cerca de 120 cm entre elas para facilitar a abertura de portas e gavetas; no entanto, certifique-se que as distâncias entre o fogão, o lava-loiça e o frigorífico não sejam muito exageradas ou confusas, para não retirar a funcionalidade da cozinha que, no fundo, é aquilo que ela mais exige.
  1. Cozinha em forma de L: em termos de disposição de cozinhas, esta é uma das mais populares; é a solução perfeita para aproveitar os cantos que esta divisão possa ter, principalmente no que toca à instalação de armários/gavetas adicionais, que provavelmente terão de ser feitos à medida para não desperdiçar nem um centímetro. A disposição em L permite ainda a integração harmoniosa de uma zona de refeições ou de uma ilha.
  1. Cozinha independente: ao contrário das restantes disposições, todas elas encastráveis, a cozinha independente é isso mesmo… independente. Como os móveis de cozinha não são afixados, nem às paredes, nem ao chão, permitem uma liberdade sem igual: pode ir adicionando módulos apenas quando realmente necessita deles, pode alterar a disposição da cozinha sempre que lhe apetecer e, quando mudar de casa, pode levar a cozinha consigo.
  1. Ilha: à exceção da cozinha paralela, a ilha – um acessório espectacular e o sonho de muita gente – pode ser adicionada a qualquer uma das disposições acima descritas; construída com base nos mesmos materiais utilizados nos armários e na bancada, é colocada a meio da cozinha e tem múltiplos usos: espaço de refeição, bancada de trabalho, de convívio ou mesmo para cozinhar, sendo muito utilizada para colocar a placa do fogão e o exaustor (certifique-se que este último esteja a uma altura que não interfira com a linha de visão) ou até o lava-loiça; a zona inferior da ilha pode e deve ser aproveitada para guardar bancos de apoio, para embutir armários, gavetas ou prateleiras abertas; para que a ilha não acabe por ser um grande incómodo devem existir, pelo menos, 120 cm de espaço livre a rodeá-la.
 
 Cortesia: http://eudecoro.com/artigos/6-tipos-cozinhas-descubra-ideal-para-si
 
 Não se esqueça que pode recorrer a excelentes especialistas de cozinha e receber uma proposta à medida das suas necessidades e orçamento.
Conheça aqui os especialistas de cozinha da sua zona.

  

 

 
 

Aluguer de insuflaveis, festa de aniversário infantil, brinquedos, artigos para festas e brinquedos para bebe.

Dúvidas? Consulte o Forum



Siga-nos



Privacy Statement  |  Terms Of Use
Copyright 2009 by Portal do Electrodoméstico